Dourados, MS - 20 de Agosto de 2018

11/06/2018 13h25

Daniela cobra da Prefeitura o asfalto do Jardim dos Jequitibás

Daniela Hall requereu agilidade na pavimentação no Jardim dos Jequitibás

(Foto: Thiago Morais)

A vereadora Daniella Hall (PSD) está cobrando agilidade da Prefeitura de Dourados para a pavimentação asfáltica no bairro Parque dos Jequitibás. Segundo a vereadora, há sete meses estão empenhados (autorizados) recursos de R$ 1 milhão para a pavimentação asfáltica no bairro. Os valores são referentes a uma emenda do deputado federal Geraldo Resende (PSDB), o único parlamentar a destinar os recursos para o bairro.

 

 

No entanto, conforme Daniela, o projeto ainda não está pronto, fator que atrasa e adia cada vez mais o sonho dos moradores em ter o asfalto passando na frente de casa. "Os recursos estão aprovados desde novembro do ano passado e os projetos ainda não ficaram prontos, o que inviabiliza o início das obras, que são tão aguardadas pela população. Esperamos que a administração municipal faça o projeto e consiga se articular com outros parlamentares, principalmente àqueles que conquistaram votos em Dourados, para completar o valor necessário para a pavimentação de todo o bairro", destaca.

 

No ano passado, o deputado Geraldo Resende e a vereadora Daniela Hall se reuniram, em diversas ocasiões, com os moradores do Parque dos Jequitibás, os quais reclamaram da ausência de infraestrutura do poder público, principalmente de asfalto e drenagem. "Imediatamente pedi ao deputado Geraldo que nos ajudasse nessa luta e ele nos atendeu prontamente. Agora cabe a Prefeitura fazer a sua parte", destaca.

 

Os moradores reclamam que o Parque dos Jequitibás tem 20 anos de existência, mas não possui nenhuma infraestrutura.

 

Não existe posto de saúde, linha de circular, escola, creches, área de lazer entre outros serviços básicos. "Algumas pessoas colocaram suas casas à venda por causa do sofrimento de morar aqui. Porém a emenda do Geraldo nos trouxe de volta a esperança. Por isso tenho cobrado a Prefeitura, para que não perca essa verba, porque seria um retrocesso para a nossa cidade", destaca.

 

Centro Homeopático Outro projeto que a vereadora Daniela tem cobrado é o da reforma e ampliação do Centro Homeopático de Dourados, que está com as portas fechadas para a população. A unidade, que funcionava há 17 anos, foi fechada pela Administração Municipal em junho do ano passado e possuía 12 mil pacientes cadastrados.

 

De acordo com a vereadora, os recursos para a obra estão garantidos (autorizados) desde dezembro de 2017, ou seja, há seis meses. No entanto as obras ainda não tiveram início por parte da Prefeitura. "Mais uma vez, quando soubemos do fechamento da unidade, recorremos ao deputado Geraldo Resende, que não mediu esforços, atendeu nosso pedido e destinou recursos de R$ 400 mil para que a Prefeitura pudesse reformar o espaço. Estive lá com o deputado Geraldo e o que vimos foi um cenário desolador em que pacientes buscavam o atendimento e encontravam as portas fechadas. Agora, com recursos em caixa, a Prefeitura só não ativa o serviço se não quiser. De minha parte vou continuar cobrando agilidade dessa administração", destacou.

 

Emenda O valor de R$ 400 mil garantidos pelo deputado Geraldo Resende possibilitarão intervenções na cobertura, na parte de hidráulica e elétrica, acessibilidade, climatização, recepção e sala de convivência, além de um espaço para a implantação da Clínica do Idoso. O Centro Homeopático de Dourados foi implantado pelo ex-prefeito e atual vereador Braz Melo e foi o pioneiro no país, fazendo parte da história da homeopatia brasileira. Com a revitalização, o centro terá capacidade de atender 2.500 pacientes por mês e ofertará exames e outras especialidades. (Da assessoria Parlamentar) 








Leia mais notícias de Cidade

0 Comentários

publicidade