Dourados, MS - 14 de Novembro de 2018

11/09/2018 14h41

PAI tem media de 2 mil atendimentos ao mês

Idealizada pela prefeita Delia Razuk, Policlínica Infantil oferece atendimento em várias especialidades

Foto – A. Frota

Implantada pela prefeita Délia Razuk logo no início da gestão, a Policlínica de Atendimento Infantil (PAI) contempla uma antiga reivindicação, de mães principalmente, que nem sempre podiam contar com o atendimento de especialista para os seus filhos.

 

 

Funcionando desde maio de 2017, a PAI realiza atualmente, em média, dois mil atendimentos mensais, com profissionais nas áreas de enfermagem, dermatologia, fonoaudiologia, nutrição, neurologia, odontopediatria, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria, psicologia e psiquiatria.

 

De acordo com a coordenadora da Policlínica de Atendimento Infantil, Valéria Mattos, à exceção de psicologia, “que se demora mais para conseguir vaga”, o atendimento com profissionais de todas as demais áreas é rápido. “Uma vaga para tratamento em odontologia não demora mais que 15 dias; já na área de pediatria o atendimento é praticamente automático”, informa.

 

De acordo com a coordenadora da PAI, a prefeita Délia Razuk já determinou estudos para, a partir do ano que vem, o setor de pediatria funcionar no sistema “porta aberta”, ou seja, com atendimento na hora, como funciona nos postos de saúde. “É uma ideia que está sendo trabalhada para ser implantada a partir de 2019”, diz. Pediatra é um dos especialistas mais procurados na PAI.

 

NÚMEROS

 

Estatística anual dos atendimentos, divulgada nesta semana, mostra que foram 15.251 atendimentos prestados na Policlínica Infantil de Dourados de janeiro a 31 de agosto deste ano. Somente em agosto, foram 2.357 atendimentos. A PAI conta com 20 profissionais

 

Mais de seis mil atendimentos foram prestados somente na área de odontopediatria: 6.167. Auxiliar de enfermagem, com 1.792 atendimentos; pediatria, com 1.760 e psicologia, com 1.652 também foram especialidades mais procuradas no decorrer do ano. Na área de fonoaudiologia foram 1.194 atendimentos.

 

Foram prestados, ainda, 543 atendimentos com técnicos de enfermagem; 545 com otorrino; 453 com psiquiatra; 357 com dermatologista; 233 com enfermeira; 216 com nutricionista; 169 com ortopedista; 102 com neurologista. 








Leia mais notícias de Cidade

0 Comentários

publicidade