Dourados, MS - 14 de Novembro de 2018

11/09/2018 08h35

Apesar de gol contra, Atlético Mineiro consegue a virada sobre Atlético Paranaense

oGol

© Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG/Divulgação

Um gol contra de Iago Maidana colocou o Atlético Paranaense na frente logo cedo, mas o Atlético Mineiro teve tempo e conseguiu a virada, vencendo por 3 a 1, no Horto.

 

 

O Galo chegou aos 41 pontos, mesma pontuação do Grêmio, e fica em quinto pelo número de vitórias. De quebra, se afastou ainda mais do Cruzeiro, sétimo colocado que soma 33. O Furacão perde a segunda seguida e volta a preocupar na luta contra o rebaixamento.

 

Foi de escanteio em escanteio que o Atlético Paranaense chegou lá. Primeiro, Raphael Veiga cobrou fechado e Victor afastou. Depois, a nova cobrança fechada acabou pegando em Iago Maidana, para dar vantagem aos paranaenses.

 

Os donos da casa não sentiram muito o gol sofrido. Nem a torcida e nem o time. Tomás Andrade tentava levar o Atlético Mineiro para a reação. Até que conseguiu.

 

Foi dos pés de Tomás Andrade que saiu o cruzamento para Leonardo Silva ganhar pelo alto da zaga inimiga e mandar para a rede. Tudo estava igual novamente.

 

O empate deixou o duelo mais morno. Faltava mais Cazares de um lado, e um Nikão mais participativo do outro. Fora os cruzamentos, os times criaram pouco com a bola nos pés. Os mineiros tentava mais jogadas, mas ficava só na ameaça.

 

O Galo e a virada

 

Nikão tentou se mostrar mais presente na volta do intervalo. O ponta mandou forte chute no travessão, assustando Victor e mostrando que o Furacão buscaria a vitória. Em seguida, Nikão mandou para Lucho, que assustou.

 

Tomás Andrade, do outro lado, já não era mais o mesmo, e acabou substituído por Terans. O Galo mostrava certo nervosismo, enquanto o jogo ficava tenso.

 

O Menino Maluquinho, então, apareceu, e achou Elias em boas condições. O meia soltou a bomba, tranquilizando os torcedores ao colocar o Alvinegro na frente.

 

O Rubro-Negro ainda teve tempo de buscar a resposta, mas ficou no quase em outra bola no poste, dessa vez de Pablo. Ricardo Oliveira, então, confirmou a vitória mineira com o terceiro gol, acabando também com jejum de cinco jogos sem marcar. 








Leia mais notícias de Esportes

0 Comentários

publicidade