Dourados, MS - 15 de Setembro de 2014

12/07/2011 10h02

Em um dia, quatro são executados na fronteira do Paraguai com MS

Em Capitan Bado, município que faz divisa com Coronel Sapucaia, o produtor rural Anatólio Acosta Ibarra, 52 anos, foi executado

CG News

  • lllll7

A segunda-feira foi violenta na fronteira do Brasil com o Paraguai. A polícia do país vizinho registrou quatro assassinatos. Em Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã, três pessoas foram mortas.
 

Pela manhã, um adolescente indígena foi encontrado morto com um tiro na cabeça na linha de fronteira entre as duas cidades.
 

Por volta das 16 horas, Cecília Ortega Nuñez, de 35 anos, foi morta com três tiros nas costas. O namorado dela, Lauro Enrique Morinigo Silva, de 48 anos, também foi atingido pelos disparos.
 

A mulher estava na garupa da moto conduzida por Lauro. Após o assassinato, o atirador, que seria ex-marido da vítima, fugiu do local.
 

O outro assassinato registrado no município foi o do comerciante Oscar Martinez Alvarenga, 29 anos, executado com pelo menos dez tiros nos fundos de sua residência.
 

De acordo com site Mercosul News, o pistoleiro chegou na casa em uma motocicleta e após uma breve discussão, sacou uma pistola calibre 9 milímetros e atirou contra a vítima, que morreu no local. Já o atirador fugiu em um carro em direção a Ponta Porã.
 

No ano passado, Oscar Alvarenga já havia escapado de um atentado.
 

Em Capitan Bado, município que faz divisa com Coronel Sapucaia, o produtor rural Anatólio Acosta Ibarra, 52 anos, foi executado em uma estrada da Companhia Potrerito, a dez quilômetros de Capitán Bado.
 

O filho do fazendeiro, identificado como Aníbal Acosta Rodas, também foi baleado e foi transferido em estado grave para um hospital de Dourados. Pai e filho estavam em uma camioneta Mitsubishi/L-200, placas GYB-5754, de Belo Horizonte (MG). Os dois seguiam pela estrada quando foram interceptados por quatro homens em uma camioneta Toyota Hilux, que se identificaram como policiais. Em seguida, eles efetuaram vários tiros contra o carro onde estavam as vítimas.
 

A polícia suspeita que a motivação do crime foi vingança. Ontem, o produtor rural se desentendeu com um vizinho efetuou vários disparos contra a casa dele.


Média: Em um dia, quatro são executados na fronteira do Paraguai com MS     0,0 estrelas      
Vote nesta matéria


Leia mais notícias de Policial

Imprimir
Comentários
Entre em contato
Envie para um amigo
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Orkut
Compartilhar no Twitter

0 Comentários

publicidade

Enquete

Como você avalia o mandato do prefeito Murilo Zauith até o momento?

  • Ótimo
  • Bom
  • Regular
  • Ruim
  • Péssimo